Futebol feminino cresce em Apodi e região

Em Apodi, temos o trabalho incansável de Jailson Morais (Neném de Detinho), na luta de descobrir talentos no futebol feminino.

Nos últimos anos, o futebol feminino tem tido um crescimento descomunal, tanto em relação à prática quanto ao consumo do esporte. As mulheres já representaram 41% da audiência do futebol na televisão brasileira. De acordo com dados do Ibope, entre 2014 e 2018, houve aumento de 30% no tempo médio consumido do futebol por mulheres. Somado a isso, houve salto de 51% no tempo médio consumido jogos femininos pela população em geral.

Desta forma, de todas as modalidades, o futebol feminino é o grande diamante entre os esportes no Brasil a ser explorado e lapidado. É um esporte barato, que engloba toda a sociedade, sendo pobre e o rico. Não é preciso ter um equipamento caro ou ser sócio de um clube para praticá-lo. Só com um brinquedo, que é a bola, brincam 22 ao mesmo tempo.

Em Apodi, temos o trabalho incansável de Jailson Morais (Neném de Detinho), na luta de descobrir talentos no futebol feminino. “Estamos no caminho certo, pois é só lapidar esses talentos que nós temos, o futebol feminino cresceu muito em Apodi e região. O futebol feminino é o nosso tesouro, tem grande potencial de crescimento. Podemos realizar tudo o que almejamos, falta apenas o investimento”, disse Neném ao ApoDiário.

Estamos felizes, não por ter conquistado o título de campeão do 1° Torneio da Chapada e sim por ter visto várias meninas competindo pela primeira vez, assim como outras comunidades mostrando muitas meninas talentosas”, acrescentou o professor.

Quem quiser ajudar o esporte amador do futebol feminino apodiense é só procurar por Neném de Detinho.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios detectado

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.