Garibaldi e MDB mantém diálogo com Fátima e o PT; Aliança eleitoral não está descartada

Indagado sobre a aliança com o MDB, que muitos analistas e políticos veem como já sem possibilidades de sucesso, Raimundo foi incisivo: “Sabemos do peso do MDB, é um partido que tem capilaridade política no Estado, tem história e hoje tem quarenta prefeituras no Rio Grande do Norte”, disse.

O MDB potiguar não descartou diálogo e possibilidade de aliança com Fátima Bezerra e o PT para as eleições deste ano, como vem vaticinando parte da mídia política potiguar nos últimos dias. A informação é do secretário-chefe do Gabinete Civil do Governo do Estado, Raimundo Alves, que foi entrevistado nesta segunda-feira, 21, no programa Balbúrdia, da agência Saiba Mais.

Indagado sobre a aliança com o MDB, que muitos analistas e políticos veem como já sem possibilidades de sucesso, Raimundo foi incisivo: “Sabemos do peso do MDB, é um partido que tem capilaridade política no Estado, tem história e hoje tem quarenta prefeituras no Rio Grande do Norte”, disse.

“Inclusive após algumas reportagens que saíram, liguei para Garibaldi Alves Filho, que é, como sempre, um diplomata, um gentleman e sobre mal entendidos de que o MDB não teria espaço na chapa, ele disse que está tudo bem entre todos nós, que vamos seguir conversando. Conversei também com Walter Alves e alguns prefeitos emedebistas”, registrou. “Lembrando a todos que aliança não é só para vencer as eleições, também é para dar governabilidade”, continuou.

Para Raimundo, que fala em nome da governadora Fátima Bezerra, uma aliança entre MDB e PT no Estado atende a uma demanda nacional. O ex-presidente Lula, que vem liderando as pesquisas de intenção de voto para a Presidência da República, vem dialogando com líderes do MDB, especialmente no Nordeste.

“Lembro que naquele jantar em Natal Lula deixou claro que desejava o nome de Garibaldi para tentar o Senado. Se ele tivesse aceitado, seria a palavra de Lula e estaria praticamente fechada essa composição e não haveria essa polêmica atual sobre a pré-candidatura ao Senado”, ressalta. “A aliança com o MDB não está descartada. Queremos o MDB no nosso projeto”, afirmou.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios detectado

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.